18
Set
08

Campanha britânica define nove tipos de bêbados

  A campanha será feita a partir de uma pesquisa do Departamento de Saúde da Inglaterra, que indicou as nove categorias mais comuns de bêbados. Essas categorias incluem os que o fazem para aliviar o stress e pessoas deprimidas que bebem por tédio ou para se relacionar.

Para o governo, identificar as razões que levam as pessoas a abusar do álcool será «muito útil» para combater o alcoolismo.

O estudo debruçou-se sobre homens que bebem mais de 50 unidades semanais de álcool e mulheres que bebem pelo menos 35 unidades semanais – duas vezes acima do limite recomendado.

Uma unidade de álcool equivale a um copo de cerveja ou vinho ou, alternativamente, meia dose de bebida destilada.

Entre os nove tipos identificados, estão, por exemplo, os que bebem para aliviar o stress e relaxar, numa rotina de pressão no trabalho.

Noutros casos, as pessoas abusam do álcool quando se perdem num estilo de vida agitado e por vezes extravagante.

As informações serão utilizadas pelo governo para orientar uma campanha contra o alcoolismo que deve atingir 4 mil bêbados no nordeste do país, num projecto-piloto que, se bem sucedido nos próximos meses, será levado para o resto do país.

A secretária britânica de Saúde, Dawn Primarolo, admitiu que os bêbados incluídos nas nove categorias têm em comum um problema «difícil de combater». Mas acreditar que a nova abordagem será capaz de convencer os bêbados a serem agentes da própria mudança.

«Esta é uma abordagem totalmente nova que pretende ajudar as pessoas a entenderem os efeitos de seus hábitos em relação à bebida e assim mudar para melhor.»

Os nove tipos de bêbados

Tipo 1: O deprimido

Característica: Está com a vida em estado de crise – a atravessar um período de dificuldade financeira, luto ou divórcio recente, por exemplo.

Motivações: Vê o álcool como uma forma de se reconfortar ou como uma automedicação para ajudar a lidar com as turbulências.

 

Tipo 2: O stressado

Característica: Leva uma vida sob pressão no trabalho, o que normalmente leva ao sentimento de não ter as coisas sob controlo ou de estar sobrecarregado de responsabilidades.

Motivações: O álcool é uma forma de relaxar e de retomar a sensação de controlo, ao traçar uma linha entre vida pessoal e profissional. Os parceiros normalmente reforçam este comportamento, ao preparar as bebidas que servem de aperitivo.

 

Tipo 3: O ‘social’

Característica: Têm uma agenda social carregada.

Motivações: O álcool é um meio de ligação que unifica a todos e os coloca em sintonia.

 

Tipo 4: O conformista

Característica: Tipicamente, rapazes tradicionalistas que crêem que ‘os homens vão ao bar todas as noites’.

Motivações: O álcool faz parte do que definem como ‘o meu momento’. O bar é sua segunda casa, e eles sentem-se aceites e em casa neste ambiente.

 

Tipo 5: O bebedor comunitário

Característica: Bebe em grandes grupos sociais.

Motivações: Levado ao álcool pelo senso de comunidade criado pelo ambiente do bar. A bebida dá segurança e significado à vida, e age como meio social.

 

Tipo 6: O entediado

Característica: Tipicamente, mães solteiras ou mulheres recém-divorciadas, com uma vida social restrita.

Motivações: A bebida é uma companhia que substitui o casal. Beber marca o final do dia, talvez encerrando uma jornada de obrigações.

 

Tipo 7: O machão

Característica: Normalmente sente-se subvalorizado, sem voz e frustrado em áreas importantes da vida.

Motivações: O seu lado de bebedor é um alter-ego que gira em torno da sua capacidade de beber. A bebida é motivada pela necessidade constante de reafirmar a sua masculinidade e o seu status em relação a outras pessoas.

 

Tipo 8: O hedonista

Característica: Solteiros, divorciados ou com filhos crescidos.

Motivações: Beber em excesso é uma forma de expressar a sua independência, liberdade e juventude para si mesmo. O álcool é usado para diminuir inibições.

 

Tipo 9: O quase dependente

Característica: Homens que moram ‘de facto’ no bar – que, para eles, é quase o mesmo que estar em casa.

Motivações: Uma combinação de motivos, incluindo tédio, necessidade de se conformar e um senso de mal-estar existencial nas suas vidas.

in Sol

Ok, tenho que admitir que aprendi uma coisa nova. Não fazia ideia que os bebados podiam se definir em 9 tipos…


2 Responses to “Campanha britânica define nove tipos de bêbados”


  1. 1 G
    Setembro 18, 2008 às 3:29 pm

    Divisão interessante!

    Eu dividia nuns 3 ou 4 tipos! Eles aprofundaram a “coisa”…

    Abraço!

  2. 2 Zar
    Setembro 18, 2008 às 4:24 pm

    Eles estudam tudo e mais alguma coisa…
    Eu confesso-te que dividia os bebados em duas categorias…
    Os muito chatos e os que sao pouco chatos… -_-


Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s


A minha cidade

http://timaria.myminicity.com/

Arquivos

Setembro 2008
M T W T F S S
« Ago   Out »
1234567
891011121314
15161718192021
22232425262728
2930  

Quantos são?

  • 395,374 ^.^

Flickr Photos

Iceland

Fog Over Polychrome

Frosty fence

Mais fotos

Onde estão?

De onde vem a malta?

hellos


%d bloggers like this: